Opinião

www.publico.ptpublico@publico.pt - 20 set 07:51

Ruptura e cooperação

É possível imaginar cooperação com autonomia, com vontade e escolha, não com submissão. Na verdade, o primado ao afrontamento conduz à submissão, à autoridade e ao despotismo.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 20 set 07:29

““No malucarán!””

Gosto de alguns malucos originais. Não gosto é dos malucos que fazem mal à volta. Sobretudo daquele que tem à volta o mundo inteiro.

www.publico.ptamiranda@publico.pt - 20 set 06:19

Carlos, aqui no burgo ainda há fotojornalistas com talento

Percebi cedo que não eras um fotojornalista da moda. Não fotografavas porque era giro. Fotografavas com convicções fortes e de coração cheio. Foi o sumo que nos deixaste, Carlos. A mim e a uma nova geração de fotojornalistas.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 20 set 00:30

“Rentrée” para um Outono difícil

A contenção da pandemia e dos seus danos dependerá muito de cada um de nós, da nossa responsabilidade individual no cumprimento das normas de boa conduta sanitária. Sabendo mais sobre a doença e com melhores meios para intervir, há que encarar com s

www.publico.ptpublico@publico.pt - 20 set 00:25

Estudar Humanidades em tempo de crise

Dizem que estudar humanidades não serve para nada. Que o que é preciso são os saberes práticos. Não se enganem. O local de excelência para aprender a ser humano são as Faculdades de Ciências Humanas.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 20 set 00:20

A barbárie amontoou-se em Cabo Delgado

Abrir uma investigação independente não se trata de não apoiar os nossos militares, mas de garantir que a honra de todo um exército não é sujada por um grupo de pessoas; que mais mulheres, homens e crianças não são mortos e violentados por quem os d

www.publico.ptopiniao@publico.pt - 20 set 00:05

A conversão do Papa Francisco

Da incredulidade ecológica inicial de Bergoglio à sua conversão e ao processo de elaboração da encíclica Laudato si’.

www.publico.ptteresa.de.sousa@publico.pt - 20 set 00:00

A “guerra preventiva” de Donald Trump não tem limites

A sucessão de actos desesperados que ignoram qualquer preocupação com a legalidade ou com a decência não tem fim. Como escrevia em editorial o Washington Post, o Presidente prepara-se para “desacreditar e negar a escolha dos americanos, se a sua esc

www.publico.ptacorreia@publico.pt - 19 set 21:00

Republicanos e democratas não são a mesma coisa

O legado de Ginsburg e a possível reversão desse legado terão influência suficiente para que uma parte do eleitorado esteja consciente da importância do que está em causa com a sua morte a poucas semanas desta eleição incandescente?

expresso.ptCatarina Nunes - 19 set 20:56

Os segredos que um fio de cabelo revela

Uma experiência (em audioconferência) com o ‘mago’ dos cabelos Ricardo Vila Nova dá o mote à crónica ‘Sem Preço’ desta semana

www.publico.ptvbelanciano@publico.pt - 19 set 20:50

A arrogância meritocrática

Os que aterraram lá em cima tendem a acreditar que o seu sucesso se deve apenas a si mesmos. E na mesma lógica acham que os que ficaram para trás merecem o seu destino. Esse menosprezo gera cada vez mais indignação e rancor.

24.sapo.ptDiogo Faro - 19 set 16:12

Nós somos muitos mais

Acordei para uma manhã intensa. Morreu Ruth Bader Ginsburg, e o fascismo não passou em Évora. Perdemos um dos maiores símbolos contemporâneos da liberdade, e Évora, em nome do ...

sol.sapo.ptFrancisco Rocha Gonçalves - 19 set 16:03

Criar, para distribuir

Portugal, sabemo-lo, continua a ser um País demasiado desigual. Todavia, a redistribuição de riqueza carece de políticas públicas focadas na criação da mesma. Deveria ser consensual perceber-se que é preciso criar riqueza para a poder distribuir.

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 19 set 13:00

Os pecados do mundo

O caso da Universidade de Edimburgo é exemplar: agora, para não ofender a sensibilidade da seita, o nome de David Hume será apagado de um dos seus edifícios. Porque era “racista”, como acusam os analfabetos do anacronismo? - Opinião , Sábado.

www.dinheirovivo.ptLuís Miguel Ribeiro - 19 set 11:45

A certeza da incerteza continua...

Exige-se maior determinação das políticas públicas, para que não se perca todo o ganho alcançado

expresso.ptJoão Duque - 19 set 11:36

Nós toucinho; Eles lombo

Esta forma isolada de ver Portugal e a sua ferrovia torna os portos e o espaço industrial português não competitivos e aumenta os custos de bens importados no futuro de modo inaceitável

expresso.ptJosé Gameiro - 19 set 11:27

A dor no peito

Os psiquiatras não devem ter curiosidade, ainda que a tenham, como qualquer mortal

eco.sapo.ptCarlos Marques de Almeida - 19 set 11:02

Portugal Pandémico

A postura do Governo é de uma omissão calculada e calculista na acção política que pode ter resultados experimentais sérios na moral do País e na saúde da Nação.

eco.sapo.ptMónica Marques - 19 set 11:02

Põe-me um like

Social Dillema fala sobre adição, necessidade de proteção dos dados pessoais e as fake news ou a chamada desinformação (a certa altura, por certo em negação, adormeci).

expresso.ptDaniel Oliveira - 19 set 10:38

Respeitinho

E é assim que as coisas começam. Até termos polícias de giro a fazer detenções pelo crime de poesia inverídica

expresso.ptHenrique Monteiro - 19 set 10:36

O que precisa mudar antes de se conseguir mudar alguma coisa

Todos passámos por experiências ótimas e por autênticos pesadelos. Por isso, como diz Costa Silva, “se a Administração Pública mantiver o seu registo de business as usual dificilmente dará resposta aos problemas que vamos enfrentar”

www.publico.ptpublico@publico.pt - 19 set 09:11

A moda dos livros sobre Auschwitz

A verdade é que, nos últimos tempos, têm-se multiplicado os livros cujo assunto é, de algum modo, os campos de concentração, em particular o de Auschwitz. Todos sabemos que, de tempos a tempos, aparecem filões na literatura que são explorados até qu

www.publico.ptpublico@publico.pt - 19 set 09:09

Uma salva de palmas aos 40 anos

Cheguei à altura perfeita. Não julgo que consigo abalar o mundo ou muito menos mudá-lo com a minha voz, mas também já não quero saber se a minha opinião ou pessoa incomoda alguém.

expresso.ptLuís Pedro Nunes - 19 set 10:26

A anedota do índio

Houve um tempo em que o absurdo tinha graça. Agora, o absurdo é a norma

expresso.ptPedro Mexia - 19 set 10:24

Primeiro como farsa

Pouca gente previu a ascensão de Berlusconi, como pouca gente previu a ascensão dos seus herdeiros

expresso.ptHenrique Raposo - 19 set 10:06

Posso dançar funaná?

Estamos em processo de automutilação quando não nos elevamos acima da nossa raça, comunidade, sexo, classe social ou nação

expresso.ptJoão Vieira Pereira - 19 set 09:30

Obrigado a Costa e Medina

Se a indignação geral sobre a decisão de António Costa é uma lufada de ar fresco, já o primeiro-ministro foi coerente na forma como olha para a sua relação com o futebol

expresso.ptJoão Silvestre - 19 set 09:29

Atestado de contingência

Receba agora e pague depois parece ser o lema das Finanças em algumas das medidas para combater a crise... e o défice

expresso.ptJosé Tolentino Mendonça - 19 set 09:28

Ventos de intolerância

O imigrante tornou-se o bode expiatório para todos os problemas

www.dinheirovivo.ptCarlos Pimenta - 19 set 09:25

Corrupção

Muitas outras vezes generalizamos e por este termo pretendemos significar toda e qualquer fraude

expresso.ptClara Ferreira Alves - 19 set 09:22

O terrível momento Tap

A queda da TAP arrastará consigo o governo e, em particular, o destino político do ministro responsável pela última oportunidade

expresso.ptPedro Adão e Silva - 19 set 09:15

O medo é letal

Talvez essa seja a principal ilação a tirar: o medo é letal, promove a paralisia das sociedades e mata mais do que qualquer vírus

expresso.ptPedro Santos Guerreiro - 19 set 09:14

Ela acusa

Costa, Vieira e Pinto da Costa andam de cabeça perdida. Cabeça tem agora a Justiça, espera-se

expresso.ptRicardo Costa - 19 set 09:13

Meu querido mês de outubro

O “Avante!” e Fátima foram meros ensaios para o que pode ser um país dividido. O mês de outubro será de enorme exigência

expresso.ptMiguel Sousa Tavares - 19 set 08:37

A hora das verdades

Então o NB perde dinheiro porque o património que herdou do defunto BES valia, afinal, muito pouco? Mas é essa a actividade principal de um banco — vender património dos clientes falidos? E, quando ele acabar, viverá de quê?

www.dinheirovivo.ptRosália Amorim - 19 set 08:23

Mais salário mínimo, em plena crise?

As empresas estão descapitalizadas, desfalcadas, muitas delas sentem-se de mãos e pés atados com o mercado interno e externo em agonia.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 19 set 00:20

O apagamento da Organização Mundial do Comércio

A OMC passou razoavelmente incólume à primeira vaga de movimentos anti-globalização dos anos 1990, mas esta segunda vaga está, cada vez mais, a paralisá-la. Se o comércio já se estava a tornar demasiado político, hoje a tendência é ainda mais acentu

www.publico.ptpublico@publico.pt - 19 set 00:15

Quem não deve não teme…

Portugal tem um problema endémico de corrupção. A corrupção sai-nos muito cara e, além disso, empata-nos o desenvolvimento económico e a inovação. Perante o cenário, o PSD assume que utilizar processos de transparência no relacionamento entre entida

www.publico.ptpublico@publico.pt - 19 set 00:10

Apoiar as artes é investir na democracia

Os artistas e a arte são essenciais ao nosso desenvolvimento como povo e o Estado deve apoiar o seu trabalho e investir nele de forma substancial.

www.publico.ptjmtavares@outlook.com - 19 set 00:05

Fátima, “Avante”! e uma desculpa chamada covid

Não sei se também vos acontece, mas qualquer coisa que hoje falhe à minha volta a culpa é da covid. Começa a ser um bocadinho aborrecido, sobretudo quando sabemos que “covid” é apenas o nome que agora damos à incompetência e à estupidez.

www.publico.ptopiniao@publico.pt - 19 set 00:00

Não deixem aos populistas a conversa sobre a corrupção...

Não se mistura “honra” com mundos muito pouco honrados. Por isso é que a participação do primeiro-ministro, do presidente da Câmara de Lisboa e de vários deputados num acto de promiscuidade com o poder fáctico do futebol é muito grave, porque signif

www.publico.ptpgarcias@publico.pt - 18 set 22:09

O melhor do vinho está na incerteza

A beleza está na impossibilidade de prevermos ou anteciparmos com exactidão o nascimento e o percurso de um vinho.

www.publico.ptana.sa.lopes@publico.pt - 18 set 17:38

Portugal segue a via da Suécia

Está aí a segunda vaga ou “segunda fase” do vírus que nos atordoa há meses, com a subida galopante do número de infectados depois de uma relativa trégua no Verão. O primeiro-ministro admit

www.publico.ptpublico@publico.pt - 18 set 16:06

Uma biblioteca sobre o Tejo

Alberto Manguel é um romancista de escassa importância e um ensaísta que satisfaz e conforta plenamente os amantes das fantasias humanistas e das utopias dos livros e da cultura. Mas a grande obra deste famoso leitor nómad

www.publico.ptluis.santos@publico.pt - 18 set 12:11

Olga, Nick e a liberdade cósmica do movimento

A 16 de Setembro de 1977, um carro despistou-se e morreu uma estrela. Chamava-se Marc Bolan, senhor dos T.Rex, criador de música cósmica. Há poucos dias, um disco tributo começou a sua vida pública. Angelheaded Hip

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 18 set 10:29

Não me chame Hortense que me põe tense

A montanha de tramoias do PS em Castelo Branco pariu um rato amedrontado. Um caso de estudo de compadrios e cobardias, em vésperas da chuva de ouro europeu. - Opinião , Sábado.

expresso.ptDaniel Oliveira - 18 set 09:56

BE e PCP a picar o ponto

Numas eleições onde dificilmente se quebrará a tradição da reeleição do Presidente em exercício mas que determina um perigosíssimo ciclo político que ai vem, BE e PCP decidiram picar o ponto sem qualquer ganho para eles ou para a esquerda.

expresso.ptHenrique Raposo - 18 set 09:54

“Salvar o SNS” está a matar milhares de portugueses

Criar a percepção de que “salvámos o SNS” (isto é, impedimos imagens televisivas de hospitais entupidos com doentes covid-19) teve um custo dramático que está a ser silenciado: 4000 mil mortos em excesso não explicados pela covid-19.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 18 set 09:01

Covid-19: Resistam à estupidez

Peço-vos encarecidamente que não alimentem as campanhas de desinformação, conspiração e negação, porque estas são perigosíssimas e põem a vida das pessoas de que mais gostamos em risco. E ver gente a morrer, não é bonito. Acreditem.

www.publico.ptbreis@publico.pt - 18 set 07:47

A elite e os pais radicais (1)

A objecção de consciência é sobre acções, não ideias. A liberdade para escolher o “género” de educação de que fala a Declaração Universal dos Direitos Humanos é sobre os medos do nazismo, não disciplinas de que não gostamos. A elite que defende os p

rr.sapo.ptOpinião de Ribeiro Cristovão - 18 set 07:26

Vamos a isto

O Famalicão é o adversário o que faz subir a responsabilidade da nova equipa de Jorge Jesus.

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 18 set 07:00

O olhar mais infantil

Aqueles castelos na areia não se iam edificar sozinhos e alguém tinha de a levar pela mão a saltar as ondas. - Opinião , Sábado.

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 18 set 07:00

Instantâneos ou quase (19)

Entrevistar a patroa nunca é tarefa fácil. É-se apontado por isto ou aquilo. Uma evidência. Mas ver a conversa entre Cristina Ferreira e três jornalistas experientes (o entrevistador e “os meninos”) foi confrangedor. - Opinião , Sábado.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 18 set 00:25

Uma proposta simples para uma doença crónica

O Sistema Nacional de Saúde e mais especificamente o Serviço Nacional de Saúde carecem há vários anos de reformas estruturais que possam melhorar a qualidade de serviços prestados garantindo ao mesmo tempo medidas de melhoria contínua com a sustenta

www.publico.ptdeca50@netcabo.pt - 18 set 00:20

AML: uma locomotiva sem potência de tracção

O país vai ficando mais pobre em relação à Europa mas mais igualitário no plano interno, porque a AML vai perdendo terreno em relação a outras regiões nacionais e europeias. Parece tratar-se de uma fórmula de desenvolvimento repescada do regime ante

www.publico.ptfrancisco@teixeiradamota.pt - 18 set 00:15

A dignidade dos doentes mentais

Esta semana, a Dinamarca foi condenada no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos por violar a dignidade de um seu doente.

www.publico.ptperalta@novasbe.pt - 18 set 00:05

António Costa e a corrupção

Senhor primeiro ministro: ou isto é tudo um mal entendido, ou acho mesmo que me citou sem verdadeiramente partilhar das minhas inquietações.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 18 set 00:01

O antirracismo no regaço

A apresentação de Cristo como um homem negro é um marco na visibilidade que a Igreja Católica dá a pessoas de grupos que sempre foram sub-representados, exibidos como subalternos, historicamente oprimidos. O que antes era exclusão e opressão, deu lu

www.publico.ptmanuel.carvalho@publico.pt - 17 set 19:19

Um enxovalho ao primeiro-ministro

Vejam bem: um presidente de um clube a braços com várias suspeitas judiciais e embrulhado nos calotes ao BES recusou a “honra” que o primeiro-ministro lhe concedera em apoiá-lo.

expresso.ptBruno Vieira Amaral - 17 set 17:54

Contado ninguém acredita (I parte)

Uma crónica sobre o mundo tal como o desconhecemos, dos grandes temas da atualidade às questões insignificantes do quotidiano. Todas as quintas-feiras nos Exclusivos do Expresso

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 17 set 15:43

Conversa de ocasião

Por isto enquanto não se avançar decididamente neste sentido e continuarmos na mera manifestação de intenções a conversa será boa mas não passa disso. - Teófilo Santiago , Sábado.

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 17 set 15:25

Combate à corrupção

O discurso político nacional tem sido unânime no sentido de encarar o combate à corrupção como uma prioridade e Portugal, ao longo dos anos e com os seus sucessivos Governos, tem vindo a acumular pacotes de medidas anticorrupção os quais, na prática, pouco ou nada resolvem o problema.

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 17 set 15:25

Combate à corrupção

O discurso político nacional tem sido unânime no sentido de encarar o combate à corrupção como uma prioridade e Portugal, ao longo dos anos e com os seus sucessivos Governos, tem vindo a acumular pacotes de medidas anticorrupção os quais, na prática, pouco ou nada resolvem o problema.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 17 set 11:45

O desgoverno do arrendamento a estudantes

Encontrar alojamento digno, com um preço justo e com as condições mínimas de habitabilidade é, de facto, uma tarefa muito difícil neste universo quase sem regras, escravizado pela miragem do lucro fácil, onde a dignidade humana vale muito pouco. Tan

eco.sapo.ptFlávio Nunes - 17 set 11:36

Cookin’ up

A Apple não apresentou um iPhone no "evento especial" deste ano, mas é provável que o faça nas próximas semanas. O que estará Tim Cook a cozinhar desta vez?

expresso.ptHenrique Raposo - 17 set 09:12

A humanidade do monstro

A arte não é um bulldozer rectilíneo; a ficção deve ter a liberdade para misturar os nossos sentimentos, tornando-os conflituantes.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 17 set 06:15

Quem diria que um dia todos iríamos ser aprendizes de Microbiologia?

É isso que estes tempos de covid-19 nos pedem. No curto prazo, que aprendamos a lidar com o vírus invisível. No médio-longo prazo, que reflictamos, individual e colectivamente, sobre formas de melhorar a nossa organização e interacção com o planeta

www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 17 set 05:30

O Benfica é coisa deles

Ao entrar na comissão de honra de Luís Filipe Vieira, António Costa transformou a Estratégia Nacional de Combate à Corrupção, do seu Governo e da sua ministra da Justiça, numa anedota - Opinião , Sábado.

www.publico.ptopiniao@publico.pt - 17 set 00:32

Voltar

O debate sobre a reabertura das escolas, que continua a fazer-se obsessivamente em torno das questões de segurança, devia fazer-se, antes de mais, sobre como voltar a assegurar o direito à educação.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 17 set 00:30

As atribulações da agência Lusa no Brasil

Enquanto não se passar da retórica e não houver um compromisso real do Estado português em termos mediáticos com o Brasil, designadamente através da sua agência de notícias, não se dissiparão nem atenuarão o estranhamento e a (in)comunicação que car