Opinião

www.publico.ptpublico@publico.pt - 5 jul. 12:16

#1 Netos despenteados

Compensa a discussão e os guinchos a cada escovadela para que “fiquem lindos”?

www.publico.ptpublico@publico.pt - 5 jul. 12:01

Plano Marshall pós-guerra: o que significa?

Se a integração europeia for bem sucedida, talvez os valores europeus se tornem visíveis nas cidades, de acordo com os princípios da Nova Bauhaus europeia. Mas certamente haverá fórmulas próprias, desenhadas com a vontade da população ucraniana. Até

www.jn.ptwww.jn.pt - 5 jul. 11:30

Economia criativa e branding territorial

Volto a um tema que me é caro, falo do papel da economia criativa no que diz respeito à fusão de recursos materiais e imateriais, à promoção de uma geografia desejada e à função primordial de curadoria territorial por parte de um ator-rede na montagem de um geossistema ou arranjo produtivo local.

ionline.sapo.ptAfonso de Melo - 5 jul. 10:37

A morte tem mau perder

Gosto de imaginar que morreu com a bola nos pés, ele adorava ter a bola nos pés e fazer dribles curtos e desconcertantes e, ainda por cima, gozar com o adversário depois de o ver completamente desconcertado.

ionline.sapo.ptwww.ionline.pt - 5 jul. 10:27

Decidir é preciso, mas sem farsas

Atente-se, porém, o povo português não é estúpido e não merece ser tratado como tal. Uma política pública é um propósito de ação, com objetivos específicos de desenvolvimento, que devem estar acima dos objetivos de partilha de poder partidário.

ionline.sapo.ptLuís Menezes Leitão - 5 jul. 10:23

Pelo fim das portas giratórias entre o Governo e os Tribunais

Hoje temos 1960 juízes, mas só 1801 estão em funções nos tribunais. No Ministério Público faltam 195 magistrados, havendo por isso um enorme risco de prescrições de processos. O fim das portas giratórias resolveria grande parte destas carências.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 5 jul. 08:49

A chama académica

O movimento estudantil não foi feito por líderes natos que já viviam nessa condição antes das crises que marcaram o seu tempo. Pelo contrário, foram mesmo as vivências que experienciaram, as manifestações que fizeram, as leis que passaram, que os to

www.publico.ptpublico@publico.pt - 5 jul. 10:05

Matemática na escola: uma arma contra o populismo

Incito a sociedade portuguesa a não encarar com desconfiança as alterações, que entrarão em vigor a partir do próximo ano letivo, às aprendizagens essenciais de matemática no ensino básico.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 5 jul. 07:48

Vozes conservadoras

Apesar das diferentes realidades entre os EUA e a Europa, há algo em comum: a existência de eleitorado conservador em larga escala.

eco.sapo.ptJorge Santos - 5 jul. 07:00

Um ano de PRR – nem uma maratona nem um sprint…

De pouco serve opinar sobre se o PRR deveria incluir estas medidas ou outras. Agora é momento de executar. Não há guerra ou inflação que possa mudar a data final de execução (2026!).

www.publico.ptpublico@publico.pt - 5 jul. 01:04

Impasses na saúde

O ensino em Portugal e nos países desenvolvidos já não é formador de homens e mulheres, está a transformar os jovens em técnicos de fazer dinheiro para si ou para outrem.

www.jn.ptwww.jn.pt - 5 jul. 01:01

Costa apeado e Nuno Melo à boleia

Na semana passada, Pedro Nuno Santos anunciou o fim do sossego de António Costa. A conjuntura já não era favorável.

www.jn.ptwww.jn.pt - 5 jul. 01:01

Costa apeado e Nuno Melo à boleia

Na semana passada, Pedro Nuno Santos anunciou o fim do sossego de António Costa. A conjuntura já não era favorável.

www.jn.ptwww.jn.pt - 5 jul. 01:00

A beleza

Finalmente consegui ver a peça "Catarina e a beleza de matar fascistas", de Tiago Rodrigues. Entrei no Teatro Nacional São João com muita curiosidade (após uma longa espera pela oportunidade) e saí como de um atropelamento.

www.jn.ptwww.jn.pt - 5 jul. 01:00

Sobre a Lei de Ocam e o Antropoceno

Há dias, fui tomar um café. Uma cliente, num balcão perpendicular, para facilitar os respetivos trocos, pegou numa moeda de 10 cêntimos e deixou-a escorregar entre os dedos.

www.jn.ptwww.jn.pt - 5 jul. 01:00

Estamos a esquecer as pessoas

Desde há alguns dias que sentia uma pressão no seio direito. Um incómodo que relacionou com traumatismo. Mas naquele dia, após o banho, em frente ao espelho, a dor levou-a a palpar e descobriu um pequeno nódulo. Ficou apreensiva.

observador.ptObservador - 5 jul. 00:21

Preparados para pior, esperando o melhor

O Governo decide não decidindo, parecendo viciado em desfazer e distribuir dinheiro. Neste ambiente as nuvens no horizonte anunciam uma crise.

observador.ptObservador - 5 jul. 00:17

A última janela de esperança

O PS já nada tem de novo a dar aos portugueses. Se Luís Montenegro falhar na sua oportunidade, provavelmente a última do PSD, talvez a democracia não resista.

observador.ptObservador - 5 jul. 00:16

República dos bananas

O Presidente da República foi enxovalhado por um ministro que veio à televisão dizer que não lhe deve satisfações. No dia seguinte, fica a saber que o ministro nem ao seu chefe deu satisfações.

observador.ptObservador - 5 jul. 00:14

Os trabalhos de Luís Montenegro

Espero que Montenegro entenda que é preciso devolver a esperança a quem a perdeu. À geração mais diferenciada que emigrou e nem pensa voltar. Aos que ficaram e se arrependem todos dias de não ter ido.

observador.ptObservador - 5 jul. 00:14

Um semestre de milhões a voarem pela janela

Nos seis primeiros meses de 2022, Portugal teve de importar de Espanha 21% da electricidade que consumiu. Isto significa, que Portugal importou de Espanha mais de mil milhões de euros em electricidade

observador.ptObservador - 5 jul. 00:11

A transição da indústria farmacêutica na era digital

A única maneira de a transformação da indústria farmacêutica ter sucesso será olhar para fora e entender as necessidades das muitas organizações, grupos e indivíduos com os quais trabalha.

jornaleconomico.ptAna Pina - 5 jul. 00:10

BRICS, grandes economias emergentes

A criação do Novo Banco de Desenvolvimento, ou Banco dos BRICS, como é conhecido, foi a decisão de maior confronto com os interesses das economias desenvolvidas.

sol.sapo.ptPedro d´Anunciação - 5 jul. 00:00

Montenegro coroado

Mas Montenegro, para além destes partidários sociais-democratas que tanto se irritam por terem de aturar um governo do PS (apesar de PS e PSD fazerem quase as mesmas políticas), não parece ainda pessoa capaz de levar o PSD ao Poder.

sol.sapo.ptSimões Ilharco  - 5 jul. 00:00

Congresso do PSD foi réplica à censura do Chega

O discurso de Montenegro, demasiado longo, por vezes enfadonho, foi claramente de direita, representando mais uma réplica à moção de censura do Chega, do que uma real alternativa ao PS.

24.sapo.ptFrancisco Sena Santos - 4 jul. 21:53

Há um problema: a Rússia está a resistir melhor

A Europa está a entregar armas à Ucrânia e milhares de milhões de dólares à Rússia. É uma das contradições na atual realidade que está marcada pelo disparo da ...

visao.sapo.ptLUIS DELGADO - 4 jul. 21:05

Visão | A escassa vitória de Putin

Na esteira de um exército arruinado (vejam as imagens de satélite), Putin quer agora o resto do Donetsk, sem esquecer, nunca, e acima de tudo, que pretende absorver, engolir, e mastigar a Bielorrússia.

visao.sapo.ptapfigueiredo - 4 jul. 17:57

Visão | E se as taxas de juro continuarem a subir…

se as taxas de juro continuarem a subir… não se assuste, prepare-se porque não é nenhum drama, nem nada que já não tenha acontecido e se o passado nos ensinou alguma coisa é de facto que, não devemos enfiar a cabeça na areia…

www.publico.ptpublico@publico.pt - 4 jul. 16:31

Faltam professores, não faltam vagas para professores

No dia após o anúncio de não um, mas dois aeroportos, por parte do ministro Pedro Nuno Santos, pergunto-me que prioridades têm os governantes para o país. Para a educação e saúde, nunca há dinheiro; para tudo o resto, arranja-se sempre.

www.jn.ptwww.jn.pt - 4 jul. 12:00

E quando as pontes caírem?

Para que servem as Ordens profissionais? Esta é, sem dúvida, uma das perguntas que mais vezes me colocam, quer enquanto presidente da Ordem dos Engenheiros da Região Norte, quer enquanto Engenheiro.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 4 jul. 11:34

Consolidar a oferta “omnichannel ”em Portugal

O objetivo de se ter uma abordagem omnichannel é claro: potenciar o alcance da oferta de valor, usando múltiplas vias de acesso dos clientes aos produtos, proporcionando-lhes assim o uso de diferentes canais, de forma coerente e harmoniosa.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 4 jul. 11:18

A coisa terrível que acontece às crianças que não são amadas

Os pais podem não conhecer bem a natureza dessa diferença — e o desconhecido assusta. Podem ainda ter receio de que aqueles que amam sejam pisados, ostracizados e excluídos por uma sociedade que faz o elogio da normalidade.

eco.sapo.ptAntónio Costa - 4 jul. 10:11

Montenegro já é o líder da oposição

Luís Montenegro saiu do 40º congresso do PSD com uma maioria absolutíssima e marcou o tom do que será a nova oposição ao Governo ao declarar a morte anunciada da regionalização.

ionline.sapo.ptAfonso de Melo - 4 jul. 09:21

274.268

Sento-me mais uma vez na minha mesa da Rua do Norte, nº 17, ao Bairro Alto, e tento ler em vez de escrever, deixando por momentos esta tarefa de encher páginas e páginas de jornais e de livros, sempre numa azáfama incontrolável de lutar contra as palavras, contra as frases, contra o papel em branco.

ionline.sapo.ptCristóvão Norte - 4 jul. 09:16

Notas de intervenção no Congresso do PSD

O PSD permitiu, e até incentivou, o nascimento de partidos que disputam eleitorado que tradicionalmente se revia no PSD e perdeu apoio nos setores mais dinâmicos da sociedade portuguesa.

ionline.sapo.ptCarlos Pinto - 4 jul. 09:14

Quando regressa a decência institucional?

Digerindo ainda o entorno da desfaçatez aeroportuária, a terminar a semana haveria de chegar a vez da agenda em Copacabana e Brasília do Presidente da República, por causa de um jantar com o Presidente do Brasil.

ionline.sapo.ptAntónio Galamba - 4 jul. 09:05

Time out, desconto sem tempo

No desporto, o time out é uma interrupção do jogo para corrigir a estratégia, o posicionamento e o curso dos acontecimentos, em divergência com o pretendido.

www.dinheirovivo.ptwww.dinheirovivo.pt - 4 jul. 08:30

Saber relembrar quem nos ensinou

Saber relembrar quem nos ensinou deve ser um estímulo para tentarmos ser cada vez melhores pelo seu exemplo.

ionline.sapo.ptVítor Rainho - 4 jul. 08:02

Marcelo e a sua cruzada de rei do povo

Não existe, seguramente, figura portuguesa que nos últimos 48 anos mais fez pela boa convivência entre os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) – e, estou em crer, em Timor – do que Marcelo.

rr.sapo.ptOpinião de Francisco Sarsfield Cabral - 4 jul. 07:17

​O PSD está de volta

Poderia esperar-se de Luís Montenegro uma intensa chuva de críticas ao PS e ao seu Governo. Mas o novo líder do PSD foi claro: o essencial será apresentar alternativas às políticas governamentais e à falta delas.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 4 jul. 06:37

Costa, o político imprevisível

Não é a primeira vez que António Costa surpreende o país com uma solução completamente distinta daquela que se esperava.

observador.ptObservador - 4 jul. 06:32

Sem rumo, sem juízo e sem autoridade

Um líder que perdeu autoridade, uma ministra coordenadora que não existe e um ministro humilhado. Eis um reality show que mostra um Governo com maioria absoluta desnorteado. Em apenas 3 meses (?!?!).

www.publico.ptwww.publico.pt - 4 jul. 05:50

Cartas ao director

O ministro irrevogadoO recente episódio envolvendo o ministro das Obras Públicas tem suscitado muitos comentários, piadas e tudo o mais que é habitual nestas ocasiões. Na verdade, foi inconveniente o momento, pois

www.jn.ptwww.jn.pt - 4 jul. 01:03

Os direitos humanos na gaveta

A Suécia e a Finlândia, até agora países neutrais, devem assinar amanhã o acordo de adesão à NATO. O primeiro-ministro turco levantou a ameaça de veto, após ter a garantia de Estocolmo da extradição de dezenas exilados políticos curdos.

www.jn.ptwww.jn.pt - 4 jul. 01:02

Decepção e indecência

Depois da morte da minha Mãe, circulo por leituras várias. Pego e largo, sublinho aqui ou ali, mas não sigo qualquer especial fio condutor.

www.jn.ptwww.jn.pt - 4 jul. 01:01

Uma Europa sem cansaços

As relações internacionais, tal como as conhecemos hoje, emergem basicamente da arquitetura geopolítica do Pós-Guerra e da Guerra Fria.

www.jn.ptwww.jn.pt - 4 jul. 01:00

O apartheid habitacional da IL

"Rejeitamos o financiamento pelo Estado central de habitação nas zonas mais caras das grandes cidades. O direito de habitação é um direito humano plasmado na nossa Constituição, mas não é um direito humano viver nas Avenidas Novas.

observador.ptObservador - 4 jul. 00:18

Os empresários e as suas circunstâncias

Uma pessoa ambiciosa, nascida em Portugal, que criou um negócio e não conseguiu projetar-se internacionalmente muitas vezes interrogar-se-á: Fui eu que falhei ou faltaram-me as condições necessárias?

observador.ptObservador - 4 jul. 00:14

Contemplativo na acção

Tive sobretudo o privilégio de ser amigo de António Vaz Pinto. Era visita de casa, frequente e caloroso, com quem discutíamos as questões da Igreja, da Universidade, da Política, da Cultura portuguesa

jornaleconomico.ptAna Pina - 4 jul. 00:10

Dois aeroportos a sul do Tejo, mas zero mobilidade

Teremos dois aeroportos, mas continuaremos a ter “becos” de mobilidade entre municípios vizinhos, como é o caso do Barreiro e do Seixal, que distam em linha reta menos de 5 km, mas onde não existe qualquer solução de mobilidade pública credível que leve menos de 30 minutos de viagem?

observador.ptObservador - 4 jul. 00:08

As Universidades Politécnicas no país dos doutores

Achar que uma simples alteração ao nome dos Institutos Politécnicos muda efetivamente alguma coisa na valorização do seu papel é uma proposta ingénua, para não dizer demagógica.

observador.ptObservador - 4 jul. 00:01

O novo Holocausto

Fico abismado ao ver raparigas portuguesas com a bandeira da Palestina (e contra Israel), quando estamos a falar de um país onde a mulher é simples mercadoria e os casamentos são forçados.

sol.sapo.ptCleber Benvegnú* - 4 jul. 00:00

O Brasil não é mais colónia

A visão de colonizador e colonizado resiste, mesmo que hoje o Brasil seja um país independente, com identidade própria e economicamente pujante.

sol.sapo.ptFelícia Cabrita - 4 jul. 00:00

Grávidas ao Alfeite!

Como se não passasse de um pequerrucho que roubou a compota da dispensa, o irrequieto Pedro foi chamado ao quartinho escuro de São Bento, jurou não repetir a manha, o chefe António Costa avisou-o de que se reincidisse não haveria mais doces no prato e tudo ficou igual.

sol.sapo.ptPedro d´Anunciação - 4 jul. 00:00

Pedro Nuno Santos não se demite

O PCP e o BE apostam num populismo incompatível com as realidades enfrentadas por um governante (o que neles até será normal).

observador.ptObservador - 3 jul. 22:55

Um problema de comunicação

“Um problema de comunicação” vale tanto quanto, depois de argumentarmos sobre um, outro e mais outro aspectos, nos respondem com um seco “é o que tu achas”. Como se nada se pudesse conversar entre nós

www.dinheirovivo.ptwww.dinheirovivo.pt - 3 jul. 22:52

O que pode fazer por nós um Espaço Europeu de Inovação

Já aqui tenho escrito, a propósito dos benefícios que Portugal ainda não retira do reforço conseguido nas qualificações da sua população, sobre a dificuldade de transformar conhecimento em coesão, crescimento económico, mais e melhores empregos.

visao.sapo.ptLUIS DELGADO - 3 jul. 22:04

Visão | O PSD está de volta!

Montenegro reuniu o partido, fez reaparecer a alternativa, e convocou os melhores da sua geração. Sem nenhum temor, nem inquietação.

eco.sapo.ptDiogo Queiroz de Andrade - 3 jul. 15:59

O TikTok e a geopolítica

Os abusos do Tiktok voltam a por a nu a necessidade de regular estas plataformas transnacionais, que vão muito para lá do entretenimento.

www.jn.ptwww.jn.pt - 3 jul. 01:02

À espera do PSD

Os dias que antecederam o congresso do PSD não poderiam ter corrido melhor a Luís Montenegro. Sem ter de se mexer, beneficiou de uma crise absurda no Governo, solucionada de forma ainda mais inusitada pelo primeiro-ministro.

www.jn.ptwww.jn.pt - 3 jul. 01:01

Direitos da criança

Os maus-tratos, abusos sexuais, violações e homicídios de crianças são crimes hediondos que causam intensa repulsa e censura na comunidade.

www.publico.ptpublico@publico.pt - 3 jul. 00:34

É a estratégia, senhora ministra

Não se espera que seja o gabinete da ministra a resolver. por exemplo, o problema da urgência obstétrica do Hospital das Caldas da Rainha - o cargo é para outras funções, para os assuntos estruturais. Os secretários de Estado, os directores-gerais e

observador.ptObservador - 3 jul. 00:21

Assalto ao aeroporto

Neste assalto ao aeroporto que teve lugar em Portugal nem tudo o que parece é. Afinal Pedro Nuno Santos cometeu uma traição ou simplesmente enganou-se nas horas?

observador.ptObservador - 3 jul. 00:10

Padre João Seabra, Defensor da Fé

Num tempo de retirada, onde tantos desertaram, o Padre João Seabra nunca teve dúvidas em afirmar publicamente a presença de Jesus e em defender, mesmo se deixado sozinho, a presença pública da Igreja.

sol.sapo.ptJoão Rodrigues - 3 jul. 00:00

Congresso do PSD: Quando os astros se alinham

Não é o país que interessa e que ocupa a cabeça de quem nos governa; não são os problemas dos portugueses que ocupam os dias de quem se comprometeu a resolvê-los.

sol.sapo.ptJónatas E. M. Machado - 3 jul. 00:00

O Tribunal o deu, o Tribunal o tomou

As chamadas questões fraturantes podem alastrar, fraturar e destroçar. Elas conseguem destruir o tecido social e por em causa a existência de Estados, confederações de Estados e alianças militares

www.publico.ptpublico@publico.pt - 2 jul. 20:57

As cartas do jogo eleitoral em Angola

O recente discurso eleitoral do Chefe de Estado angolano, referindo que a UNITA tinha feito ilusionismo passando do símbolo do galo negro ao galo branco e que após as eleições o MPLA ia comer cabidela, comida à bas

eco.sapo.ptMariana de Araújo Barbosa - 2 jul. 15:25

Beyoncé quer que larguemos os nossos trabalhos

Cantora lançou o mais recente single, uma canção chamada "Break my soul", que faz exata referência aos tempos a que muitos especialistas chamam de "grande resignação": uma onda de demissões em massa.

visao.sapo.ptrantunes - 2 jul. 13:20

Visão | Os médicos do SNS

A médica assistente hospitalar Vera Rodrigues Bernardino traça um quadro sombrio para os médicos que trabalham no SNS e pede condições para os que se recusam a desistir em favor do privado

www.dinheirovivo.ptwww.dinheirovivo.pt - 2 jul. 12:09

Inflação bate recorde de 30 anos. Veio para ficar?

Não, a elevada inflação não dá sinais de ser apenas conjuntural! Em junho acaba de tocar a fasquia dos 8,7% e trata-se da taxa mais alta em quase 30 anos. A estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatística mostra a verdade dos números.

www.dinheirovivo.ptwww.dinheirovivo.pt - 14 mai. 11:47

Inflação passa de temporária a persistente

A resistência do Banco Central Europeu em iniciar o movimento de subida das taxas de juro parece ter chegado ao fim, com a sinalização de Christine Lagarde, que indica que o início desse movimento vai começar com o fim do programa de compra de ativos, ou seja, no início do próximo trimestre.

www.dinheirovivo.ptwww.dinheirovivo.pt - 30 abr. 11:47

AEP: Há 173 anos a servir as empresas

No dia 3 de maio, a AEP celebra o seu 173º aniversário, cuja sessão comemorativa contará com a presença do Senhor Presidente da República e do Senhor Ministro da Economia.

www.dinheirovivo.ptwww.dinheirovivo.pt - 5 jun. 11:46

É apenas um pouco tarde?

Os resultados não mentem: desde o início deste século, o País quase estagnou. A presente década será decisiva: Portugal terá forçosamente de alterar a sua abordagem para alcançar sucesso económico.