www.publico.ptpublico.pt - 28 abr. 14:00

Porto, Guimarães e Lisboa entre as 100 cidades da UE que serão apoiadas para antecipar a redução das emissões

Porto, Guimarães e Lisboa entre as 100 cidades da UE que serão apoiadas para antecipar a redução das emissões

As três cidades estão entre as 100 urbes que terão acesso a 360 milhões de euros para caminharem para a neutralidade carbónica até 2030, numa iniciativa da UE que se chama “Missão Cidades”.

As cidades do Porto, Guimarães e Lisboa estão entre as 100 cidades da União Europeia (UE) que integrarão a “Missão Cidades”, um projecto da Comissão Europeia que pretende que estas sejam uma espécie de exemplos para outras cidades europeias no caminho para a neutralidade carbónica, antecipando em 20 anos as metas de redução da emissão de CO2 da UE.

Uma vez que “75 % dos cidadãos da UE vivem em áreas urbanas” e que estas consomem “mais de 65 % da energia mundial e são responsáveis por mais de 70% das emissões de dióxido de carbono”, a ideia é que estas cidades, escolhidas pela Comissão Europeia, “funcionem como ecossistemas de experimentação e inovação, a fim de poderem ajudar todas as outras cidades na sua transição para a neutralidade climática até 2050”.

Assim, estas cidades terão agora de “elaborar ‘contratos das cidades para o clima’, que incluirão um plano global para a neutralidade climática em todos os sectores, como a energia, os edifícios, a gestão dos resíduos e os transportes, bem como planos de investimento” relacionados, explica a Comissão Europeia em comunicado.

Para os executar, estas áreas urbanas terão cerca de 360 milhões de euros do programa Horizonte Europa para criar projectos e promover acções nos sectores da “mobilidade limpa, da eficiência energética e do planeamento urbano ecológico, e possibilitarão o desenvolvimento de iniciativas conjuntas e o reforço de esforços colaborativos em sinergia com outros programas da UE”, diz a Comissão.

O consórcio NetZeroCities ajudará a co-criar, com as autoridades políticas locais e o envolvimento do respectivo governo, dos seus cidadãos e agentes locais, uma espécie de contrato que definirá uma visão global, holística, sobre a forma de chegar à neutralidade carbónica nessa cidade e que será depois suportado por um plano de investimento, para objectivos e projectos concretos, também ele desenhado com o apoio do consórcio.

O programa atraiu 18 candidaturas de municípios portugueses e 377 por toda a Europa, dos quais foram escolhidos 100, onde vive 12% da população da UE. Por isso, a Comissão quer também criar oportunidades de financiamento no âmbito do Programa de Trabalho Missão Cidades do Horizonte Europa para as áreas urbanas que não foram contempladas.

Na nota enviada por Bruxelas, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirma que “a transição ecológica está a avançar em toda a Europa. Mas são sempre necessários pioneiros cujos objectivos sejam ainda mais ambiciosos”.

NewsItem [
pubDate=2022-04-28 13:00:48.0
, url=https://www.publico.pt/2022/04/28/local/noticia/porto-guimaraes-lisboa-100-cidades-ue-serao-apoiadas-antecipar-reducao-emissoes-2004135
, host=www.publico.pt
, wordCount=392
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_04_28_1633091412_porto-guimaraes-e-lisboa-entre-as-100-cidades-da-ue-que-serao-apoiadas-para-antecipar-a-reducao-das-emissoes
, topics=[alterações climáticas]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]