pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 30 set. 21:30

NASA e SpaceX estudam prolongar vida útil do telescópio Hubble

NASA e SpaceX estudam prolongar vida útil do telescópio Hubble

Apesar de estar a caminhar para o fim de vida, a NASA e a SpaceX têm projetos para dar nova vida ao telescópio espacial Hubble.

O Telescópio Espacial Hubble é um satélite artificial não tripulado que transporta um grande telescópio para luz visível e infravermelha. Foi lançado pela NASA no dia 24 de abril de 1990. A agência espacial norte-americana conta que estará ativo até final desta década. Contudo, a NASA partilhou ontem um comunicado onde afirma estar a estudar com a SpaceX o prolongar da vida útil do telescópio Hubble.

O telescópio está ao alcance da NASA, aliás, este equipamento recebeu várias correções e melhorias entre 1993 e 2009. Agora, estas duas empresas poderão dar mais tempo de vida ao Hubble. Então, o que é necessário fazer?

NASA e SpaceX querem dar uma nova vida ao Hubble

A NASA referiu no seu site que assinou com a SpaceX um acordo para estudar a viabilidade de uma ideia do Programa SpaceX e Polaris para impulsionar o Telescópio Espacial Hubble da agência para uma órbita superior com a nave espacial Dragon, sem custos para o governo.

Este equipamento, que foi até hoje dos que mais nos trouxe sobre o universo longínquo, opera desde 1990 a cerca de 540 quilómetros da Terra, uma órbita que decai lentamente com o tempo.

Assim, o Hubble carece de propulsão a bordo para combater a pequena, mas notável resistência atmosférica nessa área do espaço, e a sua altitude foi anteriormente restabelecida durante missões do vaivém espacial. O novo projeto envolveria a cápsula da SpaceX.

Há uns meses, a SpaceX abordou a NASA com a ideia de estudar se uma tripulação comercial poderia ajudar a impulsionar a nossa nave espacial Hubble.

Referiu o cientista-chefe da NASA, Thomas Zurbuchen.

Um dos mais importantes instrumentos na descoberta do universo

Zurbuchen acrescentou que a agência havia aceitado o estudo sem custos. Além disso, disse o cientista, não há planos concretos no momento de conduzir ou financiar uma missão como esta até que se compreenda melhor os seus desafios técnicos.

A SpaceX propôs a ideia em parceria com o Programa Polaris, uma empresa privada de voos espaciais tripulados gerida pelo multimilionário Jared Isaacman, que no ano passado alugou uma nave Dragon, da SpaceX, para orbitar a Terra com outros três astronautas privados.

Em resposta a um repórter que perguntou se poderia haver uma perceção de que a missão foi concebida para dar aos ricos tarefas no espaço, Zurbuchen respondeu:

Acredito que é apropriado que a consideremos devido ao tremendo valor que este ativo de investigação tem para n��s.

Na verdade, este será, provavelmente, um dos instrumentos mais valiosos da história científica. O Hubble continua a fazer importantes descobertas, incluindo a deteção, este ano, da estrela individual mais longe já vista, a Eärendel, cuja luz levou 12,9 mil milhões de anos para chegar à Terra.

Nebulosa de Eta Carinae
Aurora boreal de Júpiter
“Pilares da Criação” da Nebulosa da Águia
Borboleta NGC 2346 uma nebulosa planetária na constelação de Monoceros
Nebulosa de Orião, ou NGC 1976, nebulosa difusa que se encontra entre 1500 e 1800 anos-luz do Sistema Solar

NGC 6543 ou Nebulosa do Olho de gato é uma nebulosa planetária na constelação do Dragão.
Nebulosa Cabeça de Cavalo ou Barnard 33, uma nebulosa escura na constelação de Orion
A Nebulosa do Caranguejo é um remanescente de supernova e uma nebulosa de vento de pulsar na constelação do Touro
Messier 96, uma galáxia espiral localizada a cerca de trinta e oito milhões de anos-luz de distância na direção da constelação do Leão
Galáxias de Antenas são um par de galáxias em interação na constelação de Corvus. Atualmente, eles estão a passar por uma fase de explosão estelar

V838 Monocerotis é uma estrela hipergigante vermelha, localizada na constelação de Monoceros
A Nebulosa do Cone é uma região HII na constelação de Monoceros
NGC 6302 é uma nebulosa planetária bipolar na constelação do Escorpião
Gás e poeiras na Nebulosa de Eta Carinae
Nebulosa de Hélix, ou NGC 7293 é uma nebulosa planetária localizada na constelação de Aquarius

Segundo referiu Patrick Crouse, responsável pelo projeto Hubble, atualmente, o telescópio tem uma previsão de permanecer em operação ao longo desta década, com 50% de hipóteses de sair de órbita em 2037,

NewsItem [
pubDate=2022-09-30 20:30:03.0
, url=https://pplware.sapo.pt/ciencia/nasa-e-spacex-estudam-prolongar-vida-util-do-telescopio-hubble/
, host=pplware.sapo.pt
, wordCount=654
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2022_09_30_1160515690_nasa-e-spacex-estudam-prolongar-vida-util-do-telescopio-hubble
, topics=[hubble, tecnologia, nasa, spacex, ciência]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]