pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 19 set 20:35

Epic rejeita afirmação da Apple de que o 'Fortnite' no iOS estava a morrer

Epic rejeita afirmação da Apple de que o 'Fortnite' no iOS estava a morrer

A Apple, em tribunal, refere que o problema criado pela Epic seria para levantar as vendas do jogo que estariam a cair fortemente.

Nos últimos meses, as pessoas têm-se questionado o que levaria uma empresa como a Epic Games a colocar em causa uma parceria com a Apple que era lucrativa em milhões de dólares. Se estavam a lucrar, porque deitaram tudo a perder? Uma alegação da Apple, no processo judicial levantado pela Epic à empresa de Cupertino poderá explicar o mistério.

A Apple tem uma ideia para perceber o que se passou e disse-o em tribunal. Contudo, e podendo ser a explicação, a editora do Fortnite refutou tal explicação.

Afinal, este foi um golpe de marketing… falhado?

A Epic Games está refutar as alegações da Apple. Segundo a empresa de Cupertino, este problema que a Epic criou não passa de uma tentativa de marketing. Isto é, a editora do Fortnite queria com este golpe mediático revitalizar o interesse diminuído no Fortnite no iOS.

Segundo a gigante tecnológica, houve um declínio de 70% no “interesse” pelo jogo entre outubro de 2019 e julho de 2020. Estas alegações estão a ser apresentadas no pedido da Epic Games ao tribunal para a Apple voltar a colocar o Fortnite na App Store.

Em sua defesa, a Epic acusa a Apple de estar a usar os dados de pesquisa do Google. Além disso, a editora de jogos referiu que o número de jogadores diários ativos do Fortnite na verdade cresceram 39% no mesmo período.

O criador do jogo também rejeitou várias outras acusações. Negou, por exemplo, as alegações da Apple de que a remoção das apps da Epic ajudava na segurança e privacidade, argumentando que a Apple não havia mencionado um “único problema de segurança” com os sistemas de pagamento direto e atualização no jogo da Fortnite . A aplicação usou atualizações no jogo “durante anos sem objeções”, disse a Epic.

PUBG Mobile em 72 dias fatura mais de 500 milhões de dólares

Interesse no Fortnite estava a perder-se e Epic não tinha estratégia?

A empresa ainda se opôs à visão da Apple de que as suas compras na app eram essenciais para a App Store. Então, foi observado que as compras de produtos do mundo real (como Amazon e Uber) não precisavam usar o mesmo sistema. Assim, a Epic está contra a posição da Apple sobre a acusação que a Epic “criou a situação atual”, sustentando que estava simplesmente a exercer o seu direito apoiado pelo Supremo Tribunal para rejeitar “condições contratuais anticompetitivas”.

Não há garantia de que o tribunal verá as coisas da forma como a Epic Games as coloca. O que poderá não ser fácil obrigar a Apple a restaurar o Fortnite até que haja um veredicto no processo. No entanto, os números de jogadores não só mudam a história, mas dão uma ideia de como o Fortnite estava a comportar-se no iOS.

A Epic parece ter feito um movimento arriscado, apesar do aumento de jogadores de iOS, pode não ter provocado um aumento de vendas no jogo. Assim, como já se aposta na web, a dúvida será adivinhar quanto tempo se irá manter o Fortnite fora a App Store se grande parte do seu lucro vinha de dentro da loja de aplicações da Apple.

Leia também:

Fortnite: Save the World diz também adeus ao macOS da Apple já para a semana

NewsItem [
pubDate=2020-09-19 19:35:20.0
, url=https://pplware.sapo.pt/apple/epic-games-rejeita-a-afirmacao-da-apple-de-que-o-fortnite-no-ios-estava-a-morrer/
, host=pplware.sapo.pt
, wordCount=527
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_09_19_1697843174_epic-rejeita-afirmacao-da-apple-de-que-o-fortnite-no-ios-estava-a-morrer
, topics=[apple, tecnologia, app store, epic, fortnite]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]